filet mignon embrulhado em parma

normalmente filé mignon tá lá embaixo na minha lista de preferências, mas o namorado pediu um bifinho…então taí, uma variação mais refinada do bife a parmegiana de todo dia.

ingredientes

um punhado de manjerona fresca (ou 1/2 colher de sopa de manjerona seca)

2 dentes de alho raladinhos (já avisei que eu ralo, né?)

4 bifes de filet mignon (mais ou menos 170g cada)

8 fatias de presunto de parma

250 g de mozzarella de búfala, fatiada

sal e pimenta

preparo

não tem mistério. misture a manjerona, alho, sal e pimenta e tempere os bifes, esfregando bem a carne. embrulhe no presunto de parma (tente cobrir toda a carne).

frite numa frigideira bem quente, 3-4 minutos de cada lado (eu curto um mal passado, ponto que os argentinos chamam de vuelta y vuelta. pescou a idéia, não?). na hora de virar para fritar o segundo lado, acrescente a mozzarella e tampe a panela.

pronto, cabô. rapidinho, assim que a gente gosta (OPA)!

Filet mignon embrulhado em parma

Filet mignon embrulhado em parma
Anúncios

lasanha de cogumelo, abobrinha e mascarpone

ingredientes

1/3 xícara de cogumelo seco (é um saquinho desses de 20g que vende no mercado)

400g de cogumelo fresco fatiado

2 abobrinhas fatiadas

3 colheres de sopa de azeite

8 folhas de lasanha (essa é quantidade da receita original, mas vale o bom senso na hora de montar o prato)

2 dentes de alho picadinhos

250g de mascarpone

3 colheres de sopa de dill ou estragão (não tinha, usei manjerona. cozinhar é assim, a gente usa o que tem o armário)

1 colher de sopa de manteiga

sal e pimenta

preparo

coloque o cogumelo seco de molho e água fervente (apenas o suficiente para cobri-los) enquanto você prepara o resto dos ingrediente, mais ou menos uns 10-15 minutos.

misture numa vasilha o mascarpone, alho, dill (ou estragão ou manjerona). eu acrescentei parte da água onde os cogumelos secos ficaram de molho, só pra acentuar o sabor que eu adoro!

refogue os cogumelos frescos e secos (agora reidratados) e abobrinhas na manteiga e metade do azeite por 6-7 minutos. tempere com sal e pimenta.

Abobrinhas e cogumelos

cozinhe as folhas de lasanha aos poucos em bastante água e sal, para que elas não grudem umas nas outras. acho bacana deixar todo o recheio pronto, picado e fatiado à disposição, daí é só ir cozinhando as folhas de massa conforme você for montando o  prato.

dá pra ver que tá toda desbeiçada? pois é.

montando a lasanha: unte um refratário com um fiozinho de azeite e coloque uma camada de massa. gosto de começar com a massa para formar uma base e a lasanha não se desbeiçar na hora de servir (apesar de que, a minha lasanha SEMPRE desaba). coloque 1/3 do recheio e 1/3 da mistura de mascarpone (ele provavelmente vai derreter na hora, NHAM!). cubra com mais uma folha de lasanha e repita até acabar o recheio. leve ao forno pré-aquecido bem quente; como todos os ingredientes estão cozidos, a lasanha fica pronta em no máximo cinco minutos!

NHAM!

considerações

sobre a massa. dê uma olhada nas instruções da embalagem. algumas massas precisam ser cozidas antes de se montar a lasanha, outras podem ser colocadas secas e vão cozinhar com o molho da sua lasanha (obviamente, essas dependem do tipo de recheio). usei uma dessas que cozinham no forno, mas como o meu recheio não tinha muito caldo, preferi fazer o pré-cozimento em água.

sobre a lasanha. não sou muito fã de lasanha e NUNCA peço em restaurantes. as massas mais baratas costumam ser mais grosseiras e pesadas e eu abomino lasanha massuda. pra essa receita usei a marca barilla, fininha, leve, excelente. a quantidade de camadas vai depender do seu gosto pessoal. particularmente, acho que duas camadas de massa (além da base) são o ideal. o prato fica mais leve e o recheio sobressai.

sobre o cogumelo. pode usar cogumelo em conserva? NÃO. N-A-O-TIL. fui clara? não mesmo, champignon em conserva em um horror, é pavoroso. investe em duas bandejinhas de cogumelo fresco, custa mais caro (uns 10 reais cada uma), mas vai compensar no sabor. e outra coisa, nós estamos falando em 20 a 30 reais de ingredientes para fazer 4 PRATOS de alta qualidade, ok? relação custo-benefício mais que excelente, na minha humilde opinião. você pode usar shitake, portobello, cardoncello, pleurotus e até shimeji. o shitake e o portobello são mais carnudos, funcionam bem. eu evitaria o cogumelo paris, que é mais esponjoso, levinho demais (mas foi o que usei nessa receita, era o que tinha no mercado).

Polenta assada com gouda

polenta assada com gouda

ingredientes da polenta

2¹/2 xícaras de água

1¹/4 xícara de fubá

1/2 xícara de manteiga

um punhado de manjerona picada

2 xícaras de gouda ralado

sal e pimenta

ingredientes do molho

3 colheres de sopa de azeite

2 dentes de alho picadinhos

1 cebola picada

uma lata de tomate pelatti

tomilho

1 colher de chá de vinagre

1 colher de chá açúcar (continuei usando açúcar mascavo)

preparo

aqueça a água até ferver, adicione o fubá e misture bem por 2 minutos. abaixe o fogo e cozinhe polenta por mais 8 minutos, até engrossar. mexa constantemente para não grudar no fundo da panela.

quando a polenta estiver cozida, misture a manteiga, a manjerona, sal e pimenta. coloque numa tábua de corte e estique a maçaroca até uma espessura de 2cms.

faça o molho: esquente o azeite e refogue a cebola e o alho por 3 minutos. adicione o tomate, tomilho, vinagre, açúcar, sal e pimenta e deixe cozinhar por mais 10 minutos em fogo médio-alto. o molho deve reduzir e ficar mais consistente.

unte uma assadeira com manteiga. forre com uma camada de polenta, salpique metade do queijo e cubra com metade do molho. coloque mais um camada de polenta e cubra com o resto do queijo e do molho. coloque no forno (200ºC) e asse por 10 a 15 minutos.

como eu sou grosseira, ainda coloquei uma camada de grana padano ralado por cima de tudo. =)